| Associação Académica de Coimbra

Na sequência de no dia 24 de outubro se ter assinalado o Dia Mundial da Nações Unidas, a Secção de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH/AAC) decidiu não deixar passar a data em branco e está a promover uma tertúlia intitulada “UN – Nações…Unidas? Um reflexo do actual panorama na Organização Mundial”, que se realizará no próximo dia 30 de outubro, quarta-feira, pelas 21:30h na Casa da Lusofonia.

Aludindo ao tema das Nações Unidas e ao seu papel, iremos falar da questão dos Direitos Humanos e da forma como as Nações Unidas têm contribuído positiva e negativamente, para a sua evolução e consolidação no plano internacional. Para além disso, serão também debatidas algumas questões que consideramos pertinentes, tais como: Como é que as Nações Unidas comportam e harmonizam as politicas externas dos países que a compõem? Será que a acção da ONU funciona como um instrumento da política externa dos seus países membros? Até que ponto funciona a ONU enquanto organização internacional independente? Actualmente ainda é, uma organização pertinente? Carecerá de alguma reforma? De que tipo?

Para debater estes temas contaremos com a presença de três oradores especialistas na área: o Doutor João Avelãs Nunes, Investigador e docente de História Contemporânea da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; a Doutora Daniela Nascimento, investigadora do Centro de Estudos Sociais (CES) e professora do Núcleo de Relações Internacionais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC); e a Doutora Licínia Simão, docente no curso de Relações Internacionais na FEUC, investigadora nas áreas de Relações Internacionais, Política Externa Europeia, Estudos de Segurança e Espaço Pós- Soviético e também investigadora do CES.

Esta tertúlia visa debater de forma informada e o mais informal possível, as questões acima referidas, de modo a consciencializar a comunidade universitária e demais população acerca de como é importante termos cada vez mais uma postura de cidadãos ativos, informados e preocupados, não só com a realidade interna mas também com a realidade internacional e mundial, cada vez mais importante, neste mundo cada vez mais globalizado.

Para qualquer esclarecimento ou mais informações,
direitoshumanos@aac.uc.pt