| Associação Académica de Coimbra

Com as alterações introduzidas no início deste ano letivo no regulamento das bolsas de ação social no ensino superior, mais estudantes estão a beneficiar deste apoio. Até à data foram aprovadas mais de 62 mil candidaturas, representando um aumento de quase 12 mil estudantes bolseiros comparativamente ao ano passado. 

Este aumento efetivo do número de bolseiros é consequência direta do aumento do limiar de elegibilidade, conquista resultante da luta estudantil. Em 2013, a Associação Académica de Coimbra conseguiu eliminar as dívidas contributivas e tributárias do processo de atribuição de bolsas, em conjunto com o restante Movimento Associativo Nacional, através do Provedor da Justiça.

 O Presidente da AAC considera que este aumento de estudantes bolseiros, ainda que positivo, é uma situação provisória visto que a análise está mais adiantada relativamente ao mesmo período do ano passado e, portanto, sobram menos casos por analisar. “Apesar deste cenário, a AAC exige a necessidade de uma nova revisão do Regulamento de Bolsas pois ainda subsistem diversas injustiças. Uma dessas injustiças passa pelo facto dos estudantes bolseiros não receberem uma bolsa adequada às suas necessidades materiais, uma vez que um estudante que necessita de mais recursos não recebe um complemento.” Os estudantes têm ainda de suportar outras despesas associadas à permanência no Ensino Superior (ES), como a alimentação e o alojamento.

A Associação Académica de Coimbra pretende lançar a discussão junto do Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior e espera abertura para esta revisão no seguimento das alterações efetuadas recentemente ao Regulamento.

21 de Fevereiro de 2016